Avaliação da bufotenina na raiva

A raiva é uma doença sem cura que acomete cerca de 30.000 pessoas no mundo, por ano.

Apesar de haver vacina para esse vírus, não há tratamento para essa doença altamente agressiva, que ataca o sistema nervoso central.

Recentemente isolamos um alcaloide a partir da secreção cutânea de um sapo brasileiro (Rhinella jimi). Esse alcaloide, a bufotenina, teve atividade de inibir a infecção pelo vírus in vitro.

Após esse resultado, simulamos uma infecção em camundongos e os tratamos com o alcaloide, e vimos que a sobrevida dos animais aumentou em 40%.

A farmacocinética do alcaloide mostra que ele chega ao sistema nervoso central e não se mostrou tóxico aos principais órgãos.

No momento, estamos estudando os mecanismo por trás dessa inibição da infecção e também análogos nesse alcaloide para melhorar ainda mais a atividade e diminuir os efeitos adversos.

Participantes

Da esquerda para a direita: Daniel Carvalho Pimenta, Patricia Mariano Cruz Pereira, Hugo Vigerelli

© 2023 por Cientista. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey